quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Filipa Sabrosa conta tudo ao SP
sobre casamento com Simão


Desde Madrid, onde se desloca semanalmente para estar com o marido e os filhos, Filipa Sabrosa falou em exclusivo para o SP, esclarecendo, de uma vez por todas, os boatos que têm surgido nos últimos tempos sobre uma suposta separação

Escândalo Casa Pia
Silvino disse o que o deixaram...

Nesta fase final(!?) do processo começam a vir a lume alguns factos que, à época, não eram muito claros, nomeadamente as circunstâncias que permitiram, junto da opinião pública, criar a ideia de que Carlos Silvino da Silva (vulgo «Bibi) estaria a colaborar com a equipa de magistrados e investigadores do escândalo Casa Pia. (...)
Bravatas...
Na última edição do SP, num artigo sobre o escândalo Casa Pia (A FERRO e fogo), fazia-se referência a um advogado do processo que teria sido pago por um ex-ministro do PSD para que o seu cliente, nesse mesmo processo, não «falasse mais do que o 'aceitável'». Para nossa surpresa, só um dos causídicos é que se «picou» - nomeadamente, o advogado de «Bibi», José Maria Martins. E, na blogosfera, logo ameaçou com processo contra este jornal.
Como não nos escondemos por detrás de comentários em blogues, cá ficamos à espera do processo.

Gripe AH1N1…
O logro da vacina
… a sua duvidosa eficácia e os seus efeitos secundários

Nas últimas semanas abordámos este assunto, fornecendo elementos sobre a natureza deste vírus e dos seus efeitos em termos de saúde pública. Comparámos as taxas de mortalidade ocasionadas pela gripe vulgar em cada ano e os números muito inferiores de vitimas mortais até ao momento registadas por infecção com o vírus AH1N1, evidenciando as razões profundamente politicas (e não médico-científicas) que determinaram a declaração de Pandemia Mundial por parte da OMS

Por duas vezes
JORNALISTA IMPEDIDO DE VOTAR

Quando no dia das eleições legislativas se apresentou na mesa de voto para exercer o seu direito cívico, o jornalista Jorge Schnitzer foi impedido de o fazer porque o seu nome tinha sido apagado dos cadernos eleitorais. Durante duas semanas recorreu a todas as instituições para repor a legalidade, mas não obteve resposta e também não conseguiu votar nas autárquicas. Se calhar por ser um acérrimo crítico de José Sócrates...

PAULO FREITAS DO AMARAL
POLÍTICO-REVELAÇÃO AO SP
«O meu avô materno foi preso pelo Salazar»!

Membro de uma conhecida família de políticos e «guerreiros», o primo de Diogo Freitas do Amaral, Paulo, 31 anos, vai tomar posse como presidente da Junta de Freguesia da Cruz Quebrada-Dafundo, que conquistou por 16 votos, a única que resistiu ao movimento de Isaltino em Oeiras. Tem pensamento próprio, é socialista desde a adolescência e não larga a bateria da banda rock Baby Jane, nem o mundo das artes e das ideias. É fã dos Xutos e de Jorge Palma, escreve, compõe e vê a música como terapia

1 comentário:

  1. Salazar ainda rende,...rende!

    Melhor que aquelas pilhas do coelhinho.

    ResponderEliminar

Pela Liberdade de Imprensa

Pela Liberdade de Imprensa
CONTRA A MORDAÇA E A CRIMINALIZAÇÃO DE JORNALISTAS. A LIBERDADE NÃO SE DISCUTE!

Jornal PRIVADO, Informação Pública

Porque o JORNALISMO não é o mesmo que vender lentilhas. Porque um JORNAL deve ser a última trincheira da liberdade. E porque os JORNALISTAS não são moços de recados.


Escrevinhadores no activo

ANTÓNIO ALTE PINHO

ANTÓNIO PEDRO DORES

JOSÉ LEITE

JOSÉ PEDRO NAMORA

LUÍS FILIPE GUERRA

MÁRIO LESTON BANDEIRA

PEDRO QUARTIN GRAÇA


Parceiros

> GUIA DOS TEATROS
http://www.guiadosteatros.blogspot.com/

> VIDAS ALTERNATIVAS http://www.vidasalternativas.eu/

> MOVIMENTO DE EXPRESSÃO FOTOGRÁFICA
http://www.mef.pt/

> BARLINDA
http://www.barlinda.com/

> PALCO ORIENTAL
http://sites.google.com/site/palcooriental1989

> VERDE MAIO
http://www.verdemaio.blogspot.com/

> EMERGÊNCIAS INSTÁVEIS
http://emergencias-instaveis.blogspot.com/

> COCOBAÍA
http://www.cocobaia.com/

> ÁGUA DE COCO VERDE
http://www.aguadecocoverde.blogspot.com/

Companheir@s de jornada

O que somos?

A minha foto
Um blogue de jornalistas e cidadãos, para dar voz à cidadania. Porque o pensamento único nos provoca azia.